Governo sanciona Dia Nacional da Imigração Chinesa nesta terça-feira

O Presidente da República, Michel Temer, sanciona nesta terça-feira, 26, no Palácio do Planalto, o projeto de Lei que institui no calendário brasileiro o Dia Nacional da Imigração Chinesa. A data será celebrada anualmente em 15 de agosto e faz referência ao dia oficial da chegada de chineses ao Brasil, em 1900.

A China é atualmente a segunda maior economia do mundo e é, desde 2009, o principal parceiro comercial do Brasil. Para o Deputado federal Fausto Pinato, autor do projeto na Câmara, é justo e oportuno que a história da imigração chinesa seja reconhecida nacionalmente. “Primeiro, porque celebra a amizade entre os dois países; segundo, por homenagear e reconhecer a contribuição dos chineses ao Brasil ao longo desses anos”, disse.

História da Imigração

Um grupo formado por 107 chineses desembarcou no Rio de Janeiro, em 15 de agosto de 1990, vindo de Lisboa, para, mais tarde, se estabelecer em São Paulo. O processo de imigração chinesa já ocorria antes deste período, mas aquela viagem oficial marcou um momento importante para a história e para a comunidade sino-brasileira.

Tramitação

No Congresso, o projeto foi aprovado por unanimidade em todas as Comissões. O texto foi relatado pelo Deputado Federal Darcísio Perondi (MDB/RS), na Câmara, e pela Senadora Marta Suplicy (MDB/SP), no Senado. A audiência de sanção presidencial ocorre na próxima terça-feira, 26, na Sala de Audiências do Palácio do Planalto, com a presença de autoridades chinesas.